Nossas Fotos

Veja mais fotos no nosso Flickr

Bio e Projetos

Fotógrafa
John Doe

Thelma Vidales

Há 15 anos, Thelma Vidales atua no mercado fotográfico, onde teve experiências em vários segmentos. Iniciou sua carreira fotografando off road. Desde o começo, seu trabalho imprimiu um olhar que ia além do simples registro, abrindo o campo para documentar a natureza, as comunidades, as pessoas. Com esse foco, realizou dois ciclos de exposições sobre regiões brasileiras, destacando a Chapada Diamantina (BA) e região Centro Oeste, cujo intuito foi a valorização da comunidade em torno de pontos turístico naturais.

A partir daí amadureceu ainda mais seu trabalho e sua percepção em retratar pessoas e documentar lugares. Essa experiência abriu seu campo profissional para o mundo corporativo, dando oportunidades para registrar a rotina da equipe brasileira na Estação Comandante Ferraz, na Antártida e a primeira viagem da comandante Hildelene Bahia, primeira mulher a se tornar comandante da Marinha Mercante Brasileira. Também trabalhou em grandes eventos no Rio de Janeiro como Rock In Rio, Rio+20 e Jogos Paralímpicos Rio2016.

Em sua trajetória profissional também vale destacar projetos coletivos, como a publicação de um livro fotográfico que apresentou um universo único do Saara (comércio popular, no Rio de Janeiro). E o projeto “Novos Rumos”, onde registrou a viagem de um grupo com necessidades especiais nas capitais da Copa de 2014, para desenvolver um documentário sobre turismo acessível.

Thelma também tem aprimorado seus estudos usando a fotografia e técnicas de direção como ferramenta de valorização da autoestima e trabalho de integração nas relações pessoais ou profissionais. No instagran inciou o movimento #eunaosoucomum, que dá visibilidade à pessoas nada comuns ao padrão de comportamento e estética midiática.

De forma voluntária, contribui com a divulgação e desenvolvimento do Rugby em Cadeira de Rodas, sendo staff na equipe Santer Rio Rugby – http://www.santer.org.br/ e instagran: santerrugby.

#eunãosoucomum
John Doe

#eunãosoucomum

Eu comecei a fotografar mulheres, por acaso. Meu primeiro ensaio sensual foi uma arte em frutas e
o segundo, foi para uma amiga presentear o marido. Adorei dirigir o ensaio, mas a melhor parte foi
ver o resultado das fotos, e esse resultado ao ego da minha amiga.
1
Um ensaio foi chamando outro e também participações em eventos, como o Clube do Batom - onde
até hoje já fotografei mais de 1000 mulheres de todos estilos, idades, etnia.
Sempre escutava perguntas do tipo: "-Você fotografa gordinhas?"... "eu sou magrela, você me
fotografa?".. sou velha, baixa, cadeirante, mãe de dois, manchada, preta, amarela, azul..até que um
dia rolou a pergunta: "-Você fotografa mulher comum?". Na hora respondi: NÃO. Só as anormais.
Ao longo de 6 anos essa ação foi amadurecendo com os feedsbacks recebidos pelas mulheres, em
relação a vida conjugal ou auto estima, timidez, ansiedade. Eu senti que o trabalho merecia se
renovar e ampliar, e lancei a convocatória "Quero seu desenho" para pessoas de qualquer gênero
com vitiligo. O resultado do ensaio foi publicado na coluna do Anselmo Goes e na semana seguinte,
no programa Encontros, que entrevistou Roger Monte, participante do ensaio fotográfico, sobre
aceitação da auto imagem, estima, efeitos das fotos.

Rugby em cadeira de rodas
John Doe

Rugby em cadeira de rodas

http://www.santer.org.br/

@santerrugby

Instagran
John Doe

links e conexões

@thelma_vidales

www.contrasteimagens.com.br

https://www.facebook.com/thelmavidalesfoto/

Contato e links

Obrigada por conhecer meu trabalho. Vamos manter essa conexão! Envie sugestões, dúvidas ou solicitações de orçamento.

Delhes de contato

  • thelmavidales@gmail.com
  • (21)
  • Rio de Janeiro - RJ - BRASIL

    Portifólio Flick
    www.flickr.com/photos/thelmavidales/albums

    Páginas no Facebook
    - Thelma Vidales Fotografia e Arte
    - Eu não sou comum

    Instagran
    @thelma_vidales
    @eunaosoucomum